• Xô, celulite! Bioestimuladores no combate à flacidez!

    Xô, celulite! Bioestimuladores no combate à flacidez!

    Que atire a primeira pedra a mulher que nunca teve celulite! A gente diz que é inevitável, todo mundo tem, faz piada, leva na brincadeira, mas a verdade é que ninguém gosta de tirar a roupa e encontrar ela lá. Em alguns casos, mais severos, as celulites podem atrapalhar a autoestima e refletir em outros aspectos da vida.

    A correria da vida moderna, os hábitos alimentares pouco saudáveis e o avanço da idade são as principais causas de tantos “furinhos ” indesejados pelo corpo. Mas se para cada ação existe uma consequência, para cada problema também existe um tratamento adequado e é aí que entram as novas técnicas usadas com bioestimuladores para acabar com as celulites!

    celulite-aspecto-casca-de-laranja

    Cremes, géis e aparelhos de laser podem ser muito eficazes na redução dos relevos causados por esse mal, porém a aplicação de bioestimuladores como o Sculptra e Radiesse vão além, aumentando significativamente a produção natural de colágeno no tecido para combater a flacidez da pele.

    Como isso funciona? Simples! A celulite pode ser causada tanto pela flacidez da pele, quanto pelo acúmulo de gordura, mas comumente é o resultado desses dois fatores associados. Para gordura localizada, a prática de uma dieta saudável e exercícios físicos é o mais indicado. Mas, por outro lado, se não existisse a flacidez, a superfície do nosso corpo não cederia para criar aqueles temíveis “buraquinhos” e é aí que entram os bioestimuladores. Eles estimulam uma grande produção de fibras de colágeno, que darão firmeza a pele. Então, se temos feixes de colágeno em quantidade suficiente para impedir as depressões do tecido, evitamos a celulite. Eles são como soldadinhos empurrando a pele de dentro para fora, dando sustentação para uma superfície firme e lisinha por mais tempo.

    Sculptra x Radiesse

    Ambos são substâncias bioestimulantes que devem ser injetadas na área a ser tratada por um profissional capacitado. A diferença está no potencial de cada um, que vai ser otimizado de acordo com cada caso.

    O Sculptra é usado bem diluído e injetado cuidadosamente em toda região para que, ao entrar em contato com o organismo, provoque uma maior produção de colágeno. O resultado começa a ser percebido após um mês de aplicação e são necessárias três sessões, em média, com intervalos de 30 dias entre uma e outra. Apesar do efeito não ser imediato, ele vem ganhando cada vez mais notoriedade entre o público devido a sua eficácia e durabilidade, podendo chegar a 2, 3 anos.
    Já o Radiesse, que também é injetável, se destaca pelo melhor efeito de preenchimento das marcas, apesar de menor produção de colágeno. Com ele, o resultado é bastante evidente logo após a aplicação e chega ao ponto de equilíbrio ao longo de um mês.

    Em alguns casos, essas substâncias podem ser usadas como complementares. Primeiro o Sculptra e, ao final, caso seja necessário algum retoque, aplica-se o Radiesse. Cada caso é um caso e o acompanhamento profissional é imprescindível.

    Seja qual for a sua escolha, os resultados são cientificamente comprovados, podendo variar a eficácia de uma pessoa para outra por fatores genéticos e hábitos de vida, que quanto mais saudáveis, melhor!

    Leave a reply →

Leave a reply

Cancel reply