• Adeus, “pizzas”! A Hiperidrose Axilar tem tratamento!

    Tem coisa mais constrangedora que sair de casa cheirosinho e meia hora depois estar com aquela desagradável “pizza” debaixo do braço? Triste, né?

    O problema é comum tanto em homens quanto em mulheres e muitas vezes essas pessoas se veem obrigadas a andar com camisetas extras na bolsa do trabalho, tolerar piadinhas dos amigos e ainda sobreviver ao golpe desse incômodo em sua autoestima.

    É o caso do executivo que precisa usar camisa social no trabalho e tem que se policiar para não levantar os braços. Ou a mulher que os outros têm um certo constrangimento ao abraçar. Ou aquele rapaz que está saindo pela primeira vez com uma garota e não consegue relaxar, com receio do seu suor estragar tudo. 

    A situação é tão comum que, se você parar e pensar um pouquinho, certamente irá se lembrar de alguém. E pra essas pessoas a boa notícia é que esse problema tem nome, sobrenome e o mais importante, tratamento!

    A Hiperidrose Axilar acontece quando as glândulas sudoríparas, responsáveis pela produção de suor, são hiperfuncionais. Ou seja, produzem mais suor que o volume considerado normal. Suar em um dia quente, num lugar abafado ou durante uma atividade física é normal, mas quando o suor é excessivo e acontece mesmo sem a influência de fatores externos, a causa pode ser emocional, física e, inclusive, hereditária. 

    Para controlar a produção de suor e resolver o problema, o mais indicado é realizar aplicação da toxina botulínica purificada periodicamente. Ao ser injetada na axila, ela bloqueia temporariamente os nervos responsáveis pela produção da sudorese, controlando o fluxo de suor. O tratamento é simples, eficaz e os resultados podem durar até um ano.

    E nem precisa ter medo da agulha! A axila tem muito menos terminações nervosas comparadas ao rosto, por exemplo, e, por este motivo, o procedimento torna-se praticamente indolor. Mas para os medrosos de plantão, há soluções adicionais como pomadas anestésicas, que podem ser usadas 30 minutos antes da aplicação para minimizar qualquer possibilidade de dor. 

    Depois de andar livre por aí, sem medo de levantar os braços, você vai se perguntar porque não fez isso antes.
    ;-)

    Leave a reply →

Leave a reply

Cancel reply